Guia do Investidor

4 passos para montar uma carteira de investimentos

Montar uma boa carteira de investimentos é essencial para quem quer se tornar um investidor de sucesso. Aprenda a fazer a sua em 4 passos!


Com o C6 TechInvest, investidor tem acesso a carteiras administradas diretamente no app.

Cada vez mais, o interesse por investimentos e a vontade de se tornar um investidor têm crescido entre os brasileiros. E para quem se interessa pelo mundo do mercado financeiro, um termo muito escutado é a “carteira de investimentos“.

Pensando nisso, decidimos ajudar você, que deseja montar sua própria carteira de investimentos, por meio de 4 passos simples.

Relacionadas:

Mas antes, o que é uma carteira de investimentos?

De forma geral, a carteira de investimentos é o conjunto de todos os ativos de um determinado investidor. Uma espécie de ‘catálogo’ dos ativos financeiros nos quais você escolhe investir a fim de ganhar dinheiro.

Caso você decida conversar com um consultor, as chances são de que ele irá te aconselhar a ter uma carteira diversificada, ou seja, não apostar todas as fichas em um único cavalo.

Esse é um conceito de essencial compreensão, pois nem todo investimento é igual. Alguns são mais voláteis, de maior risco, e outros são menos variáveis, mas trazem resultados em quantidades e prazos diferentes. Idealmente, é preferível não se apoiar completamente em nenhum extremo.

Agora que já refrescamos sua memória, vamos ao primeiro passo para você montar uma boa carteira de investimentos.

1º passo: abrir a conta

Primeiramente, abra conta em um banco ou corretora que ofereça uma boa plataforma de investimentos.

Nessa etapa, é bom pesquisar o mercado para escolher uma opção que cobre menos tarifas e taxas e ofereça uma boa variedade de opções de produtos de investimento. Como mencionado ali em cima, diversificar sua carteira de investimentos é muito importante para que você tenha sucesso como investidor.

2° passo: descubra seu perfil de investidor (suitability)

O suitability é um questionário obrigatório para qualquer um que queira se tornar investidor. Ele serve para que a instituição que você escolheu conheça seu perfil e, principalmente, a sua tolerância a risco. Dessa forma, a instituição pode te indicar as aplicações mais adequadas aos seus objetivos.

3º passo: planeje suas alocações em diferentes produtos de investimento

Essa é a etapa mais importante, especialmente se você optar por investir por conta própria. Nesse ponto, você deve considerar mais uma vez o seu perfil e os seus objetivos como investidor, pois seus ativos irão variar de acordo com esses fatores.

Tenha sempre em mente a importância de montar uma carteira diversificada, composta por produtos que estejam atrelados a indexadores e fatores de risco diferentes ou pouco relacionados. Quanto menos o seu patrimônio estiver concentrado em um único tipo de risco, melhor. No C6 Bank temos uma ferramenta para te ajudar nesse processo: o C6 TechInvest.

O C6 TechInvest é a assessoria de investimentos do C6 Bank, feita por meio do nosso app. Lá, você tem a oportunidade de fazer o suitability, e com a ajuda da tecnologia nós montamos uma carteira de investimentos diversificada e personalizada para você, de acordo com o perfil que fizemos a partir das suas respostas.

Também é importante lembrar as taxas, prazos e regras de resgate e os impostos que incidem sobre cada produto de investimento, pois todos esses fatores impactam, direta ou indiretamente, os seus resultados.

4º passo: executando seus investimentos

Depois de pesquisar, analisar e decidir quais são suas melhores opções, é hora de investir seu dinheiro. O mais importante é estar sempre de olho e acompanhando os seus investimentos para garantir que eles continuam alinhados ao seu perfil e aos seus objetivos.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: Como investir em criptomoedas pelo app do C6 Bank