Economia

Análise: Copom sinaliza redução do ritmo de alta da taxa básica de juros

Comitê de Política Monetária do Banco Central ajustou os juros de 9,25% para 10,75% ao ano. Equipe econômica do C6 Bank analisa a decisão do Copom.


O Banco Central do Brasil (BCB) confirmou as expectativas e elevou a taxa Selic nesta quarta-feira de 9,25% para 10,75%. Adicionalmente, sinalizou que deverá reduzir o ritmo de ajuste da política monetária, mas enfatizou que os passos futuros da política monetária poderão mudar para garantir a convergência da inflação para suas metas. Esta sinalização é importante pois indica proximidade do fim do ciclo de aperto monetário e é coerente com a estratégia delineada pelo Copom na última reunião.

As projeções de inflação do BCB no cenário base situam-se em torno de 5,4% para 2022, e de 3,2% para 2023. Este cenário supõe trajetória de juros que se eleva até 12%, porém recua para 11,75% ao final de 2022 e para 8% ao final de 2023. O Copom considerou que, diante do aumento de suas projeções e do risco de desancoragem das expectativas para prazos mais longos, é apropriado que o ciclo de aperto monetário avance significativamente em território contracionista. De fato, as projeções da Pesquisa Focus encontram-se acima das metas tanto em 2022 (5,4% versus 3,5%) quanto em 2023 (3,5% versus 3,25%). Em nossa visão, a taxa Selic em 11,75% seria compatível com avanço significativo em território contracionista, pois seria suficiente para trazer a inflação de 2023 à meta, de acordo com os modelos do BCB. O comunicado reforçou que o Copom irá perseverar em sua estratégia até que se consolide não apenas o processo de desinflação como também a ancoragem das expectativas em torno de suas metas. Interpretamos “perseverar em sua estratégia” como intenção de manter a taxa Selic estável em patamar contracionista (ou seja, 11,75%) até que o processo de desinflação e ancoragem de expectativas estejam assegurados.

Em suma, acreditamos que a comunicação é condizente com o nosso cenário de uma alta adicional de 100 pontos base na reunião de março, elevando a taxa Selic ao nível de 11,75% ao final do ciclo de aperto monetário e permanecendo neste patamar até pelo menos o final do ano. Aguardamos a ata da reunião, que será divulgada na próxima terça (8/2), para termos mais detalhes sobre os rumos futuros da política monetária.

Equipe Econômica C6 Bank

Felipe Salles – Head
Claudia Moreno – Head Brasil
Claudia Rodrigues – Head Internacional
Felipe Mecchi – Internacional
Heliezer Jacob – Brasil

Este relatório foi preparado pelo Banco C6 S.A.
Os números contidos nos gráficos de desempenho referem-se ao passado; o desempenho passado não é garantia de resultados futuros.
Cada analista de Macro Research é o principal responsável pelo conteúdo deste relatório e atesta que:
(i) todas as opiniões expressas refletem com precisão suas opiniões pessoais e eventual recomendação foi elaborada de forma independente, inclusive em relação ao Banco C6 S.A. e / ou suas afiliadas;
(ii) nenhuma parte de sua remuneração foi, está ou estará, direta ou indiretamente, relacionada a quaisquer recomendações específicas realizadas pelo analista.
Parte da remuneração do analista vem dos lucros do Banco C6 S.A. e / ou de suas afiliadas e, consequentemente, as receitas decorrem de transações mantidas pelo Banco C6 S.A. e / ou suas coligadas.
Este relatório foi preparado pelo Banco C6 S.A., uma instituição regulada por autoridades brasileiras.
O Banco C6 S.A. é responsável pela distribuição deste relatório no Brasil.