Novidades

C6 Bank adere ao Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+

Fórum tem o objetivo de combater a LGBTIfobia e articular esforços para impactar positivamente o ambiente corporativo e a sociedade


C6 Bank adere a Fórum que tem objetivo de combater a LGBTIfobia e impactar o ambiente corporativo

Diversidade e inclusão importam para o C6 Bank.

Nesta segunda-feira, 17 de maio, data em que é celebrado o Dia Internacional da Luta Contra a LGBTIfobia, nós assinamos a carta de adesão ao Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+.

Criado em 2013 para garantir a igualdade de direitos e aprimorar práticas de gestão empresarial, o fórum reúne mais de cem empresas e tem entre seus objetivos combater a LGBTIfobia e articular esforços para impactar positivamente o ambiente corporativo e a sociedade.

Com a adesão, tornamos público nosso compromisso com a agenda de trabalho elaborada pelo fórum, que inclui dez ações voltadas para a inclusão e a valorização de pessoas LGBTI+.

10 Compromissos para a Promoção dos Direitos LGBTI

  1. Comprometer-se, presidência e executivos, com o respeito e com a promoção dos direitos LGBTI+
  2. Promover igualdade de oportunidades e tratamento justo às pessoas LGBTI+
  3. Promover ambiente respeitoso, seguro e saudável para as pessoas LGBTI+
  4. Sensibilizar e educar para o respeito aos direitos LGBTI+
  5. Estimular e apoiar a criação de grupos de afinidade LGBTI+
  6. Promover o respeito aos direitos LGBTI+ na comunicação e marketing
  7. Promover o respeito aos direitos LGBTI+ no planejamento de produtos, serviços e atendimento aos clientes
  8. Promover ações de desenvolvimento profissional de pessoas do segmento LGBTI+
  9. Promover o desenvolvimento econômico e social das pessoas LGBTI+ na cadeia de valor
  10. Promover e apoiar ações em prol dos direitos LGBTI+ na comunidade

(No site do fórum, há mais informações sobre os compromissos.)

No C6 Bank e nas empresas do grupo, trabalhamos para valorizar a diversidade e promover uma cultura que preze o respeito às diferenças. Além da adesão ao Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+, temos desenvolvido, desde 2019, uma série de ações pensadas para criar um espaço cada vez mais plural no banco.

Estamos construindo uma política corporativa de diversidade e inclusão inspirada nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Para começar, escolhemos quatro pilares de atuação: promoção de diversidade étnico-racial, equidade de gênero e inclusão de pessoas com deficiência e LGBTI+.

Na frente de diversidade étnico-racial, assinamos, em 2020, o selo Sim à Igualdade Racial, concedido pelo Instituto Identidades do Brasil (ID_BR), que nos ajudará a adotar ações destinadas a promover a igualdade racial no banco. Como todos os novos signatários do selo, iniciamos nossa participação na categoria Compromisso. Começamos, em 2020, a refletir sobre o tema raça dentro da companhia e a desenvolver ações de conscientização.

No decorrer de 2021, vamos realizar também um censo demográfico no banco sob o olhar de diversidade. O estudo permitirá a identificação de grupos minorizados segundo raça, cor, gênero e orientação sexual. Com esse raio-x em mãos, vamos estruturar iniciativas voltadas especialmente para a inclusão desses grupos.

Nossas ações em diversidade e inclusão incluem todas as companhias que integram a Carbon Holding, grupo que inclui, além do C6 Bank, a PayGo, de meios de pagamento, a Setis, de soluções para terminais de pagamento, a Som.us (hoje C6 Seg), assessoria em seguros e resseguros, e a plataforma de educação corporativa IDEA9.

O nome que você quiser

E não é só com o olhar voltado para ações internas que debatemos o tema da diversidade e inclusão. Você sabia que quem abre conta no C6 Bank pode se identificar como quiser no cartão?

Trabalhamos com a ideia de construir um banco com a cara do cliente. Isso, para nós, significa não só criar produtos que atendam às necessidades do usuário, mas criar produtos no qual ele é identificado da forma que ele entende mais adequada. Por isso, no C6 Bank, o cliente ou a cliente escolhe o nome que deseja ver impresso no cartão. A iniciativa vale para qualquer correntista que queira personalizar o plástico e oferece a pessoas trans a oportunidade de usar o nome social no cartão. Na hora de solicitar o cartão no app, basta informar o nome desejado.