Novidades

C6 Bank lança cartão Rainbow e reforça compromisso com diversidade

Clientes poderão fazer doações, em dinheiro ou usando pontos Átomos, a instituições que apoiam a comunidade LGBTQIA+


Clientes poderão fazer doações, em dinheiro ou usando pontos Átomos, a instituições que apoiam a comunidade LGBTQIA+

Imagem dos cartões C6 e Carbon na versão Rainbow

Como parte de uma série de iniciativas para valorizar a diversidade e promover uma cultura inclusiva, o C6 Bank lança no dia 30 de setembro um cartão com as cores do arco-íris. O cartão Rainbow pode ser solicitado por qualquer cliente pessoa física do banco, tanto os que têm cartão C6, sem anuidade, quanto os que têm o C6 Carbon, versão premium do plástico do banco. A partir dessa data também será possível fazer doações para instituições que apoiam a comunidade LGBTQIA+ direto no aplicativo do banco.

A primeira parceria é com o Instituto +Diversidade, organização sem fins lucrativos voltada para o empoderamento profissional da comunidade LGBTQIA+ e da qual o C6 Bank já é mantenedor institucional. Acessando a C6 Store, marketplace que fica dentro do app, os clientes poderão fazer doações em dinheiro ou usando pontos Átomos, com a segurança de que os recursos irão para uma instituição séria, selecionada pela equipe de impacto social do banco. Os doadores também serão informados sobre o uso dos recursos.

Estampar no cartão as cores da diversidade talvez seja a face mais visível de uma causa que o banco trata com muita seriedade”, diz Alexandra Pain, head de marketing e impacto social do C6 Bank. “Nosso esforço é para encontrar maneiras de apoiar a comunidade LGBTQIA+ e valorizar a diversidade dentro e fora do banco.”

O C6 Bank foi o primeiro banco, no Brasil, a permitir que os clientes escolham o nome que será impresso no cartão. A iniciativa vale para qualquer correntista que queira personalizar o plástico e oferece a pessoas trans a oportunidade de usar o nome social no cartão.

Neste ano, o banco assinou a carta de adesão ao Fórum de Empresas e Direitos LGBTI+, que reúne mais de cem empresas e tem entre seus objetivos combater a LGBTIfobia e articular esforços para impactar positivamente o ambiente corporativo e a sociedade.

Inspirado nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU), o C6 Bank está construindo uma política corporativa que preza o respeito às diferenças. Como ponto de partida, o banco escolheu quatro pilares de atuação: promoção de diversidade étnico-racial, equidade de gênero, inclusão de pessoas com deficiência e LGBTQIA+.

Na frente de diversidade étnico-racial, o banco assinou, em 2020, o selo Sim à Igualdade Racial, concedido pelo Instituto Identidades do Brasil (ID_BR). Com isso, o banco assumiu o compromisso de estabelecer um plano de ações propositivas de médio e longo prazo para que a igualdade racial seja realidade no grupo de empresas do qual o C6 Bank faz parte, além de estabelecer ações educativas e indicadores que permitirão ao banco acompanhar sua evolução.

Na frente de equidade de gênero, o C6 Bank estabeleceu o compromisso interno de aumentar a porcentagem de mulheres em cargos de liderança e garantir processos seletivos para alta gestão em que a etapa final seja composta por homens e mulheres, na mesma proporção, e aderiu ao Programa Empresa Cidadã, iniciativa que prorroga a licença-maternidade para 180 dias e a licença-paternidade para 20 dias.

No pilar de inclusão de pessoas com deficiência, o banco contratou consultorias especializadas no assunto para trazer mais pessoas com deficiência para trabalhar no grupo e promoveu workshops de comunicação inclusiva e de acessibilidade nas mídias e plataformas digitais, além de realizar um treinamento de audiodescrição para colaboradores que trabalham com conteúdo e uma formação básica de libras para o time que trabalha na recepção da sede do banco em São Paulo possa atender melhor o público.

Neste ano, o banco também assinou o Pacto Global da ONU, a maior inciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, que atua nas áreas de trabalho, meio ambiente, anticorrupção e direitos humanos — nesta última, o banco se concentrará nas frentes de igualdade de gênero e redução das desigualdades.

Nos últimos meses, o C6 Bank começou a elaborar um mapa demográfico dos funcionários sob o olhar de diversidade e inclusão. O estudo vai permitir a identificação de colaboradores que pertençam a grupos minorizados segundo cor, gênero e orientação sexual. Com esse raio-x em mãos, o banco pretende estruturar iniciativas voltadas especialmente para a inclusão desses grupos.

O C6 Bank já apoia canais e criadores de conteúdo que comunicam a diversidade e é um dos patrocinadores do Concurso Arte na Rua, cujo objetivo é descobrir novos talentos artísticos na comunidade LGBTQIA+. Os ganhadores poderão grafitar suas artes pela cidade de São Paulo. Recentemente, a instituição financeira também promoveu um workshop de educação financeira para mulheres trans.