Novidades
Produtos

C6 Bank lança conta Yellow para crianças e adolescentes

Nova modalidade de conta inclui cartão de débito e só pode ser aberta pelo pai ou mãe que seja correntista do banco


O C6 Bank lançou nesta terça-feira, dia 19 de outubro, uma nova modalidade de conta gratuita para crianças e jovens. Com a conta Yellow, é possível receber mesada, enviar e receber Pix, e fazer operações com cartão de débito — um incentivo à educação financeira, que deve começar em casa e desde muito cedo.

A contratação da conta é feita diretamente no app no C6 Bank pelos pais ou mães dos jovens que tenham até 17 anos e seis meses de idade. Depois de uma análise, a criança ou adolescente pode baixar o aplicativo Yellow no smartphone, fazer o cadastro e escolher a cor do seu cartão de débito Mastercard. São cinco opções: amarelo, azul, verde, rosa pink e laranja. Todas as compras feitas pelas crianças são comunicadas aos responsáveis por SMS. No banco, o atendimento é feito pela conta do responsável, que também pode acompanhar a movimentação e o extrato da conta Yellow.

Outra vantagem é a função “mesada”, que permite aos pais enviar, gratuitamente, um valor mensal para a conta dos filhos. Esse valor pode ficar salvo para os meses seguintes e, em breve, será possível fazer uma programação automática.

Ao criar uma conta pagamento para crianças e jovens, o banco também reforça seu compromisso com a disseminação da educação financeira, considerada pelo C6 Bank uma ferramenta efetiva para a transformação da sociedade.

É uma oportunidade para aprender a usar Pix e cartão, consumir de forma inteligente, entender a importância de economizar e de investir o dinheiro, especialmente para quando começar a receber seus primeiros salários”, diz Liao Yu Chieh, head de educação financeira do C6 Bank.

Além de aprender na prática, os correntistas receberão pelo app pílulas com conteúdo de educação financeira.

Os pais também se beneficiam com a alternativa da conta, já que podem programar a mesada, substituir o dinheiro em espécie pelo digital e, principalmente, acompanhar melhor os gastos dos filhos. “Mas é importante ensinar as crianças e adolescentes a usar a conta e o cartão com inteligência, de acordo com os valores de cada família”, afirma Liao.