Novidades

C6 Bank se une à federação de bancos na Semana da Segurança Digital

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) coordena uma ação inédita no país de conscientização contra fraudes; iniciativa reunirá mais de 20 bancos


Imagem de vários 0 e 1 dispostos em colunas verticais. A imagem está meio inclinada de modo que há um borrão branco no canto direito que torna impossível ver o final da sequência.

O C6 Bank se juntou a mais de duas dezenas de bancos para alertar os brasileiros sobre segurança digital. Essa é uma ação coordenada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), com mais de 20 bancos associados. Entre 20 e 26 de outubro, todas essas instituições financeiras planejam reforçar (ainda mais) as mensagens sobre o cuidado que devemos ter com os nossos dados. Também é hora de intensificar os esforços para ajudar os nossos clientes a identificar situações suspeitas.

Com a Semana da Segurança Digital, o setor bancário brasileiro, de forma inédita, se alinha a ações similares desenvolvidas durante o mês de outubro tanto nos Estados Unidos, desde 2003, como na Europa, desde 2012.

E nunca é demais lembrar — embora as tentativas de golpes ou fraudes ocorram durante todo o ano, em determinadas épocas há um aumento, justamente quando crescem as oportunidades de os fraudadores agirem, como ocorre em novembro com a Black Friday.

O que faz dessa megaliquidação tão tradicional nos Estados Unidos e que caiu no gosto do brasileiro uma oportunidade para pessoas mal-intencionadas? Quadrilhas aproveitam o momento de euforia com o volume de ofertas para aplicar golpes que causam prejuízo, especialmente usando a tática da engenharia social, que consiste na manipulação do usuário para que ele lhe forneça informações confidenciais. O cliente é induzido a informar os seus códigos e senhas para estranhos, o que gera as fraudes e golpes.

“Atualmente, 70% das fraudes estão vinculadas à engenharia social”, adverte Adriano Volpini, diretor da Comissão Executiva de Prevenção a Fraudes da Febraban. “Com a nossa ação de conscientização, queremos ajudar a criar uma forte cultura de proteção de dados em nosso país, auxiliando o consumidor no uso de suas informações de modo seguro no ambiente digital.”

Participam da Semana da Segurança Digital os bancos Agibank, Banco BS2, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banco Original, Banese, Banestes, Banpará, Banrisul, Bradesco, BRB, Caixa, C6 Bank, Inter, Itaú, Original, Pan, Safra, Santander, Semear, Sicoob, Sicredi, Tribanco, Votorantim (*) e a Febraban, cuja campanha irá acontecer até dezembro.

No C6 Bank, a semana também será uma oportunidade para discutir com os funcionários do banco maneiras de criar uma cultura interna forte de proteção aos dados. Essa, aliás, é uma missão importante do time de segurança do C6 Bank. O C6 Bank também está trabalhando com uma comunidade internacional de hackers éticos para deixar nossos sistemas ainda mais robustos.

É um tema bem importante! Todas as instituições participantes dessa iniciativa da Febraban usarão seus canais de comunicação para divulgar a Semana da Segurança Digital. Cada banco desenvolverá livremente suas ações de conscientização para o público.

E você? Já conferiu as dicas que estão rolando durante a semana? Procure pelas hashtags #SegurançaDigital/ #SemanadaSegurançaDigital / #CompartilheSegurançaDigital.

Na Febraban, as informações estarão disponíveis no hot site antifraudes.febraban.org.br e nas redes sociais da federação — YoutubeFacebookTwitter e Linkedln.