Guia do Investidor

Como declarar fundos de investimento para o IR 2022?

Tire todas as suas dúvidas sobre como declarar fundos de investimento no Imposto de Renda 2022


Mulher sentada fazendo contas em uma calculadora

Você quer entender como declarar fundos de investimento no Imposto de Renda 2022? Aqui, você vai entender esse processo. Vamos lá?

Relacionadas:

Como declarar os fundos de investimento

  • Passo 1: Faça o download do seu informe de rendimentos de 2021. No C6 Bank, ele está disponível no aplicativo. Basta tocar nas iniciais do seu nome, no canto superior direito da tela.
  • Passo 2: No aplicativo do Imposto de Renda, localize o campo ‘Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva’ e selecione o código 6, referente a fundos de investimento, para inserir os rendimentos. O valor que deve ser informado está listado no item 4 do informe de rendimentos como ‘Fundos de Investimento’. Se o seu investimento estiver no C6 Bank, os dados de nome e CNPJ da fonte pagadora pedidos são os do Banco C6 S.A. descritos no começo do informe de rendimentos.
  • Passo 3: Já na ficha de ‘Bens e Direitos’ do aplicativo do IR, selecione o Grupo 07 (Fundos), código 01 (fundos de Investimentos sujeito à tributação come-cotas) e insira os valores investidos em cada fundo. Aqui será necessário incluir fundo por fundo de acordo com as informações disponíveis no informe de rendimentos, entre elas: CNPJ do fundo, nome do fundo e saldo aplicado em 31/12/2021.

Lembre-se de repetir o passo 3 para cada fundo listado no tópico 7 do informe de rendimentos.

Quais são os impostos cobrados sobre os fundos?

Fundos de curto prazo

Os fundos de curto prazo são tributados com duas alíquotas, conforme a tabela regressiva. Até 180 dias de aplicação, a alíquota é de 22,5%. Acima de 180 dias, a alíquota é de 20%.

Fundos de longo prazo

Fundos de longo prazo mantém a alíquota variável de acordo com a tabela regressiva. Até 180 dias de aplicação, alíquota de 22,5%. De 180 a 360 dias, 20%. De 361 a 720 dias, 17,5%. Acima de 721 dias de aplicação, a alíquota é de 15%.

Fundos de ações

A tributação de fundos de ações é de 15% sobre o rendimento na hora do resgate, independentemente do período de aplicação.

Entenda o come-cotas

Este é um ponto que costuma causar muitas dúvidas na hora da declaração do Imposto de Renda. De forma geral, o come-cotas é um mecanismo que funciona como uma antecipação do Imposto de Renda. Mas fique atento: ele incide apenas nos fundos de curto e longo prazo.

Sua incisão vem de forma semestral, com um desconto da menor alíquota de IR (15%) sobre os fundos, no último dia útil de maio e de novembro.

Portanto, quando você for resgatar seu rendimento, deverá pagar apenas a diferença entre o IR que já foi descontado por meio do come-cotas e a alíquota correspondente ao seu prazo de aplicação, sempre seguindo a tabela de alíquotas de cada tipo de fundo.

Para dar um exemplo: se o investidor aplicou por mais de dois anos em um fundo de longo prazo, já terá pago todo o IR devido, de 15%, como explicado anteriormente. Por outro lado, se fizer o resgate entre 180 e 360 dias de aplicação, no momento do resgate, precisará pagar a diferença entre 15% e 20%, ou seja, 5%.

Importante: este texto é uma forma de te ajudar na sua busca por informações. Em caso de dúvidas, procure um contador ou profissional qualificado para auxiliar na sua declaração.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: Como declarar o C6 TechInvest no Imposto de Renda