Seu Bolso

Dinheiro esquecido: saiba como consultar se você tem valores a receber

Banco Central diz que há cerca de R$ 8 bilhões à espera de seus donos


Notas de R$ 50, R$ 100 e R$ 200 espalhadas pela mesa, com algumas moedas de R$ 1

Provavelmente você já esqueceu dinheiro dentro da calça ou perdeu enquanto caminhava na rua. O que muita gente não sabe é que pode ter esquecido um montante em contas que foram fechadas. Pensando nisso, o BC (Banco Central) criou um sistema chamado de Valores a Receber.

E não é pouco dinheiro que está lá esquecido. O BC diz que há cerca de R$ 8 bilhões à espera de seus donos.

O sistema havia sido lançado no dia 25 de janeiro, mas a demanda foi muito maior do que o BC esperava e o site saiu do ar. A autoridade reformulou o site e lançou oficialmente o sistema nesta segunda-feira (14).

Na época do anúncio do sistema, em junho de 2021, a autarquia disse que é comum que as pessoas não saibam ou não se lembrem da existência dos saldos.

“Em algumas situações, os saldos a receber podem ser de pequeno valor, mas pertencem aos cidadãos que agora possuem uma forma simples e ágil para receber esses valores”, afirmou o BC.

Como consultar se tenho dinheiro esquecido

O primeiro passo é acessar o site https://valoresareceber.bcb.gov.br/. Para fazer a consulta, é preciso informar CPF ou CNPJ e a data de aniversário do solicitante.

Quem não tiver dinheiro a receber, verá a mensagem “Atualmente você não tem valores a receber”.

Caso você tenha valores a receber, vai receber um aviso com uma data e horário para voltar ao site, checar o valor pendente e solicitar o resgate.

Quem perder a data de acesso vai precisar voltar no sábado da repescagem, que varia de acordo com o ano de nascimento ou de abertura da empresa. A repescagem funciona das 4h às 00h.

Aqueles que perderem a repescagem também vão poder fazer uma nova consulta em 28 de março.

Veja as datas de consulta

Para receber o dinheiro esquecido, os usuários precisam ter um cadastro no site gov.br, nos níveis prata ou ouro. O login é o mesmo usado para acessar o aplicativo da carteira de trânsito digital e o Conecte SUS, por exemplo.

Existem três níveis de cadastro: bronze, que é o mais simples, prata, que é o intermediário, ou ouro, o nível máximo. Somente os usuários com cadastros prata ou ouro vão poder solicitar os saques.

Quem já tem conta pode consultar o nível atual clicando em “privacidade” e depois em “gerenciar lista de selos de confiabilidade”. Lá vai aparecer quais os selos daquela conta e, se um deles for prata ou ouro, está tudo certo para o resgate.

Agora, se o único selo for o bronze, é preciso melhorar o cadastro para poder resgatar o dinheiro esquecido. O usuário pode aumentar o nível para o prata validando o cadastro via internet banking e para o ouro, via biometria facial, por exemplo.

Cuidado com golpes no WhatsApp

Todo cuidado é pouco nessa hora. Já estão circulando golpes no WhatsApp com o intuito de roubar dados dos usuários.
“Não enviaremos links e ninguém está autorizado a entrar em contato com você em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber”, afirma o BC.

A autarquia também ressalta que não é possível fazer a consulta pelo site do Banco Central nem pelo registrato, apenas pelo site Valores a Receber, criado especificamente para esta finalidade.

Leia também: Como investir no C6 Bank com apenas R$ 20