Seu Bolso

Educação financeira para jovens: como conversar com adolescentes sobre dinheiro 

Entenda como falar sobre dinheiro com os seus filhos


Adolescente negra segurando o cartão do c6 bank c6 yellow representando a educação financeira para jovens
Educação financeira para jovens: como falar sobre dinheiro com os filhos

Lidar com dinheiro é um tema que deve ser ensinado desde cedo. Por isso, a educação financeira para jovens é essencial para estimular a tomada de decisões e construir autonomia e responsabilidade

Deixar esse trabalho apenas para a escola não é suficiente: a educação financeira deve ser um tema do dia a dia. Mas como iniciar essa conversa? 

Entenda a importância da educação financeira para jovens e como falar de dinheiro com adolescentes:  

Relacionadas: 

Importância da educação financeira para jovens 

A educação financeira é um tema que está presente na BNCC, Base Nacional Comum Curricular. Segundo o documento, a educação financeira é tema de interesse dos estudantes, que contribui com o desenvolvimento e afeta diretamente as suas vidas. 

Os adolescentes lidam com finanças em diversos momentos: ao sair com os amigos, ao comprar algum presente de aniversário ou almoçar depois da escola. Por isso, ensinar desde cedo a administrar o dinheiro é importante para a organização financeira e para a responsabilidade. 

A educação financeira é um aprendizado que vai impactar o dia a dia do seu filho no longo prazo. Assim, cria-se mais consciência da real importância dos gastos familiares, de como economizar dinheiro e poupar. 

A PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor) reportou que 75,3% dos lares brasileiros tinham dívidas no mês de abril de 2022.  

Sem dúvidas, a crise econômica e as consequências da pandemia impactam diretamente esse cenário. No entanto, fazer a educação financeira para jovens uma realidade em casas e escolas brasileiras pode ser uma boa alternativa para mudar esse contexto

Como falar de dinheiro com adolescentes  

Para estimular a educação financeira, falar de dinheiro com os seus filhos não pode ser um tabu. Construir uma relação de transparência com eles é muito importante para estimular a autonomia e a consciência sobre o dinheiro.  

Por isso, confira algumas dicas para trazer o assunto dentro de casa:  

1. Dê o exemplo  

Não adianta ensinar lições de educação financeira para o seu filho se você mesmo não as coloca em prática. Os jovens vão aprender de forma mais significativa através do exemplo mostrado pelos pais e responsáveis.  

2. Utilize a mesada educativa 

Uma forma de estimular a responsabilidade e autonomia com o dinheiro é através da mesada. Assim, o jovem poderá começar a administrar o próprio dinheiro e desenvolver atitudes para poupar.  

No C6 Bank, você pode enviar a mesada por meio da conta C6 Yellow. Além disso, os pais também podem acessar os gastos dos filhos e solicitar o extrato da conta.  

3. Mostre a importância do dinheiro  

Para criar responsabilidade, os jovens precisam entender qual é o valor do dinheiro. Se o seu filho não entende a importância do dinheiro, ele vai gastar de forma inconsequente.  

Por isso, ensinar que “o dinheiro não nasce em árvores” e as consequências dos gastos irresponsáveis são passos importantes para a educação financeira para jovens.  

4. Estimule a autonomia e independência 

Na educação financeira, existem alguns valores e atitudes que devem ser incentivados. Entre eles, estão a autonomia e a independência.  

Com o cultivo desses valores, os seus filhos poderão ter boas atitudes a longo prazo. Um controle firme sobre as finanças dos filhos é necessário, mas o excesso pode se tornar prejudicial para o desenvolvimento das habilidades financeiras. 

5. Desejo vs. Necessidade 

Um dos objetivos da educação financeira é o estímulo de melhores decisões quando se trata de dinheiro. Por isso, desenvolver a noção de desejo e de necessidade com o seu filho é essencial.  

Assim, o seu filho também poderá priorizar os seus gastos e organizar melhor as próprias finanças. Também é importante lembrar que nem sempre é preciso gastar para se divertir. Dessa forma, é possível desvincular o consumo da diversão.  

6. Alinhando a conversa com os anos escolares 

Os jovens também aprendem sobre educação financeira durante a vida escolar. Por isso, entender em que fase esse aprendizado está e alinhar essa conversa com as discussões em sala de aula pode aprimorar o aprendizado.  

Para fazer isso, mantenha um olhar atento às atividades escolares do seu filho e entenda como você pode contribuir para a sua educação financeira.  

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra suaconta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app. 

Leia também:  Como abrir uma conta C6 Yellow?