Seu Bolso

Planilha financeira: faça download e aprenda a se organizar

Os primeiros passos para controlar os gastos são ter consciência e se planejar


Mulher sentada fazendo contas segurando papel e caneta ao lado de uma calculadora, organizando a planilha financeira
Separar os gastos em uma planilha financeira é o primeiro passo para economizar

Para começar a controlar os gastos, é preciso ter consciência e planejamento, com o auxílio de uma planilha financeira. Isso ajudará a passar por momentos de turbulência com mais tranquilidade, além de permitir alcançar sonhos e objetivos ao longo do tempo.

Vale apenas ressaltar que para montar uma planilha financeira eficiente, é necessário saber quanto entra, sai e para onde vai o seu dinheiro.

Confira a seguir uma listagem de gastos que facilitará todo o processo, além da nossa planilha financeira para baixar e ir anotando todos os gastos em seus respectivos grupos.

Tire um print ou baixe a planilha financeira para começar a controlar seus gastos

Relacionadas:

Planilha financeira: listagem de gastos

As três principais despesas familiares são moradia, transporte e alimentação.

Segundo dados do Perfil de Despesas da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre 2017 e 2018, a habitação é responsável pela maior parcela das despesas, seguida por gastos com transportes. Juntas, as duas áreas correspondem a pouco mais de 50% das despesas totais de consumo.

Os gastos com alimentação aparecem em terceiro lugar. Porém, despesas com comida têm um peso maior para pessoas de renda mais baixa.

Para facilitar a criação da planilha financeira, vamos separar por áreas de gasto e entender o que cada uma abrange.

Moradia

Mais de um terço de todos os gastos das famílias brasileiras é referente à moradia. Nesse grupo, entram valores de aluguel, condomínio, IPTU, contas de água, luz, gás, faxina etc.

Transporte

Se locomover custa e é a segunda principal despesa do brasileiro. Nesta listagem entram gastos com o carro da família, transporte público, aplicativo e táxi.

Dica: caso não tenha os números exatos, faça uma estimativa média mensal.

Alimentação

Nesta lista, considere gastos dentro e fora de casa, como supermercado, pedidos de delivery e restaurantes.

Comunicação

O gasto com comunicação aumentou entre as famílias brasileiras na última década. Neste grupo estão despesas com internet, celular e assinaturas como TV a cabo, plataformas de filmes e músicas online.

Saúde

Também com aumento significativo nos últimos anos. Se você paga planos de saúde, some a mensalidade a remédios, produtos de higiene e até mesmo despesas com salão de beleza.

Família

Neste grupo, entram a mesada para os filhos, vestuário e gastos fixos com parentes. Além disso, ele também engloba uma despesa que cresce muito ano após ano: produtos para pet.

Educação

Dependendo da família, a despesa com educação pode estar zerada ou ser muito relevante, acima dos 5%, por exemplo. Nela, você deve considerar material escolar, mensalidade, cursos online e de especialização.

Lazer

Neste grupo de gastos, devem ser consideradas despesas como cinema, shows, happy hours e viagens.

Presentes

Atividade do grupo Lazer, como passeios no shopping, impactam diretamente nesse grupo de despesas. Além disso, também devem ser considerados todos os tipos de presentes para amigos, parentes, prestadores de serviços (professores dos seus filhos, porteiro do prédio etc.) e até mesmo doações, dízimo e gorjetas.

Bancos

Faça um levantamento de tarifas, taxas, serviços bancários e anuidade dos cartões.

Somente ao anotar na planilha financeira todos os gastos mensais será possível começar a avaliar a possibilidade de economizar. O melhor: sem deixar de fazer o que gosta e sem piorar a sua qualidade de vida.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: Entenda a importância do PIB na economia