Empresas

O que é governança corporativa?

A governança corporativa é baseada em quatro pilares: transparência, equidade, prestação de contas e responsabilidade corporativa


Mulher em frente a uma sala de reunião refletindo sobre a governança corporativa

A governança corporativa é um conceito muito importante dentro do contexto de uma empresa. Isso porque está relacionada à administração e ao crescimento do negócio, dois pontos chaves para qualquer empreendimento.

Neste post, vamos falar um pouco sobre esse conceito, bem como os objetivos por trás dele. Confira mais informações a seguir:

Relacionadas:

O que é governança corporativa?

De forma geral, a governança corporativa é um sistema composto por diversas práticas, regras, costumes e procedimentos pensados sob a ideia de organizar uma instituição e auxiliar no seu crescimento.

O IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) traz uma definição ainda mais completa. Segundo a instituição, “a governança corporativa é o sistema pelo qual as empresas e demais organizações são dirigidas, monitoradas e incentivadas, envolvendo os relacionamentos entre sócios, conselho de administração, diretoria, órgãos de fiscalização e controle e demais partes interessadas”.

Para que serve?

A ideia por trás desse conceito é a de que, por meio de boas práticas baseadas em princípios básicos de governança corporativa, a empresa conseguirá alinhar interesses, além de preservar e aprimorar, a longo prazo, seu valor econômico. Por consequência, também facilitará seu acesso a recursos e contribuirá para uma gestão de boa qualidade.

Ou seja, uma boa governança representa uma maior credibilidade dentro do mercado, bem como um melhor ambiente para investir e se associar. Mais investidores, por sua vez, são benéficos tanto para a empresa quanto para os acionistas, por conta da valorização que a empresa tende a sofrer.

Boas práticas da governança corporativa

No Código das Melhores Práticas é possível encontrar diversas práticas essenciais à governança corporativa. No entanto, há alguns princípios básicos, fundamentais para a compreensão dessa prática:

  • Transparência: disponibilização de informações do interesse das partes envolvidas, mais do que as impostas de maneira obrigatória por normas;
  • Equidade: tratamento justo e igualitário de sócios e partes interessadas;
  • Accountability:  prestação de contas de forma clara, concisa e compreensível. Baseia-se, também, na ideia de assumir as consequências dos seus atos e omissões.
  • Responsabilidade corporativa: por parte dos agentes de governança deve haver um zelo pela viabilidade do negócio no curto, médio e longo prazos.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: Empresa de capital aberto: entenda o que significa na prática