Seu Bolso

Investir pouco aos 20 ou muito aos 40 anos?

Confira as simulações do professor Liao Yu Chieh, educador financeiro do C6 Bank


Investir pouco aos 20 anos de idade ou investir muito aos 40 anos de idade? Para explicar o que vale mais a pena, o professor Liao Yu Chieh, educador financeiro do C6 Bank, explicou tudo em um vídeo da série “E Agora, Prof.?“, disponível no canal do YouTube do C6 Bank.

Confira a simulação com dois personagens fictícios: Mariana e Miguel.

Planejamento da Mariana

Ela tem 20 anos e é estagiária. Ganha R$ 2.000 e consegue investir cerca de 25% por mês, ou seja, R$ 500.

Planejamento do Miguel

Ele tem 40 anos, um cargo sênior e ganha R$ 10.000 por mês, líquido de impostos, e nunca investiu. Depois de assistir aos vídeos do Prof. Liao, ele descobriu a importância de poupar. Com isso, decidiu começar a se organizar para começar a investir 30% do salário líquido, ou seja, R$ 3.000 por mês.

Vamos supor que os dois invistam em uma carteira diversificada com rentabilidade líquida de 10% ao ano. Quer saber como vai estar o patrimônio dos dois quando eles tiverem 60 anos?

Relacionadas:

Quanto ganharia Mariana?

No caso da Mariana, ela investiu o dinheiro por 40 anos, ou seja: 480 parcelas de R$ 500. Ao fim deste período, ela terá acumulado: R$ 2,77 milhões.

Se você multiplicar os R$ 500 que ela investiu todo mês pelo período de 40 anos, verá que o montante de dinheiro investido foi de R$ 240 mil. Perceba que no valor total, tem mais de R$ 2,5 milhões que foram só de juros.

Quanto ganharia Miguel?

Miguel investiu o dinheiro por 20 anos, ou seja: 240 parcelas de R$ 3.000. Ao final deste período, contando com a mesma taxa de juros de Mariana, Miguel terá acumulado: R$ 2,15 milhões.

Se você multiplicar os R$ 3.000 que ele investiu todo mês pelo período de 20 anos, verá que o montante de dinheiro investido foi de R$ 720 mil.

Comparação

Enquanto a Mariana investiu R$ 240 mil e chegou aos R$ 2,77 milhões aos 60 anos, Miguel precisou investir R$ 720 mil para chegar a R$ 2,15 milhões. Ou seja: Miguel investiu 3 vezes mais dinheiro do que Mariana.

Segundo cenário

Digamos que Mariana, de 20 anos, tenha começado investindo pouco dinheiro, mas aumentou o valor dos seus aportes conforme foi progredindo na carreira. Dessa forma:

  • R$ 500 por mês por 10 anos
  • R$ 2.000 por mês por 30 anos

Considerando a mesma taxa de juros, de 10% a.a., ela terá acumulado, aos 60 anos, R$ 5,86 milhões.

O interessante é notar que: Mariana começou mais cedo que Miguel, sempre investiu menos que ele e mesmo assim juntou quase R$ 6 milhões.

Se ela usar esse dinheiro para aplicar, por exemplo, em uma carteira de fundos imobiliários com rentabilidade de 7% ao ano, ela vai ter uma renda de aproximadamente R$ 35 mil por mês para complementar a aposentadoria do INSS.

Algumas conclusões do Prof. Liao

  1. Quanto mais cedo você começar a investir, mais vantagem você leva;
  2. Faça os juros compostos trabalharem a seu favor;
  3. Poupar e investir todo mês, mesmo que seja pouco.

Se você quiser conferir a explicação detalhada do Prof. Liao e as contas que ele fez para chegar nestes resultados, assista ao vídeo completo no canal do YouTube do C6 Bank: https://www.youtube.com/watch?v=O4Ol6tUwHwA

Como investir no C6 Bank

Você sabia que com apenas R$ 20 é possível começar um investimento?

No C6 Bank, banco com uma das plataformas de investimentos mais completas do mercado, basta essa quantia para começar a criar uma reserva ou dar a partida na criação de uma carteira de investimentos diversificada.

Entenda como funciona a plataforma de investimentos do C6 Bank e como começar a investir.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: FIIs x Imóveis: 5 vantagens de investir em um fundo imobiliário