Seu Bolso

LCA e LCI: o que você precisa saber para investir sem dor de cabeça

As letras de crédito são investimentos de renda fixa, com baixo risco e que contam com a proteção do FGC


Mulher sentada fazendo contas segurando papel e caneta ao lado de uma calculadora

Conhece LCAs e LCIs? Estes são investimentos de renda fixa, com baixo risco e contam com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Parecem CDB, mas não são.

As LCAs e LCIs são ótimas opções para quem quer investir em renda fixa. Primeiro, vale começar pelo básico. LCAs são Letras de Créditos do Agronegócio, enquanto LCIs são Letras de Crédito Imobiliário. São emitidos por instituições financeiras e, assim como o CDB, podem ser prefixadas ou pós-fixadas.

Relacionadas:

Qual a diferença?

No caso do CDB, você empresta dinheiro para o banco, que pode usar esse recurso como quiser. Já na LCA e LCI, o destino do dinheiro é exclusivo para créditos imobiliários (no caso da LCI) ou para financiar o agronegócio (na LCA).

Para os investidores, há um diferencial importante. LCA e LCI são isentas da cobrança de imposto de renda para a pessoa física.

Normalmente, estes investimentos não possuem liquidez diária, ou seja, o resgate só pode ser feito no vencimento para garantir as taxas oferecidas no momento da compra.

Leia também: É hora de mudar de carreira? Saiba como se planejar para recomeçar a vida profissional