Economia

Menos estímulos nos EUA e juros altos no Brasil: os destaques do relatório macroeconômico

Equipe econômica do C6 Bank divulga relatório semanal do cenário macroeconômico.


A equipe econômica do C6 Bank divulgou nesta sexta-feira (17) mais uma edição do seu relatório macroeconômico semanal. A seguir, os principais destaques. E, logo abaixo, você vê a íntegra do documento.

EUA

  • O banco central americano intensificou a retirada de estímulos da economia.
  • O Fed também sinalizou três aumentos de juros no próximo ano.
  • A Câmara e o Senado aprovaram aumento no teto da dívida do governo federal.
  • Vendas no varejo, produção industrial e o otimismo das pequenas empresas melhoraram.

Zona do Euro

O Banco Central Europeu manteve sua visão de que a inflação atual é transitória e, por isso, aumento de juros é improvável em 2022.

China

A política fiscal deve antecipar gastos e investimentos para o início do ano e a política monetária deve ser mais flexível.

Brasil

  • O mercado e o Banco Central projetam juros mais altos para 2022.
  • O setor de serviços teve desempenho abaixo do esperado no início do último trimestre do ano.
  • As mudanças feitas pelo Senado na PEC dos Precatórios foram aprovadas pela Câmara.
  • Dados mostraram uma desaceleração da inflação no início de dezembro.

Leia a íntegra do relatório semanal:

Bancos centrais sinalizam menos estímulos

Internacional

Estados Unidos: Fed antecipa fim do programa de compra de ativos

O banco central americano (Fed) intensificou a retirada de estímulos da economia, conforme esperado. A redução no ritmo de compra de ativos passou de US$ 15 bilhões por mês para US$ 30 bilhões por mês a partir de janeiro – nessa velocidade, o programa de compras de ativos deve terminar em março de 2022. A decisão foi tomada em razão de uma melhora mais rápida de indicadores do mercado de trabalho e pressões inflacionárias elevadas. Adicionalmente, o banco sinalizou três aumentos de juros no próximo ano, mais do que previa anteriormente.

A Câmara e o Senado dos EUA aprovaram um aumento de US$ 2,5 trilhões no teto da dívida do governo federal – medida que, no Senado, teve apoio apenas dos democratas. O novo teto deve garantir o cumprimento de obrigações financeiras do tesouro americano até o início de 2023.

A atividade seguiu sólida em novembro. As vendas no varejo apresentaram crescimento de 0,3% em relação a outubro, permanecendo acima da tendência pré-pandemia. A produção industrial subiu 0,5% frente ao mês anterior, limitada por gargalos no setor automotivo. O otimismo das pequenas empresas melhorou. O índice medido pelo NFIB subiu para 98,4 pontos, mas permanece abaixo do nível pré-pandemia. As pequenas empresas continuam sinalizando dificuldades na contratação de trabalhadores, pressões de preços e salários.

O mercado imobiliário continua aquecido. Os índices de permissões para construir e construções iniciadas de novas casas aceleraram em novembro. O otimismo das construtoras (NAHB Housing Market Index) avançou para 84 pontos em dezembro com a percepção de demanda forte e baixos estoques de casas disponíveis para venda.

A prévia dos índices de PMI de dezembro seguem indicando expansão da atividade, porém mais moderada que no mês anterior. O PMI manufaturas diminuiu de 58,3 para 57,8 pontos e o PMI serviços de 58 para 57,5 pontos. Na composição dos indicadores a produção continua forte mas gargalos nas cadeias produtivas globais, como tempo elevado de entregas, permanecem.

Os índices regionais de atividade industrial do Fed vieram mistos em dezembro. O índice do Empire State surpreendeu positivamente, enquanto o Philadelphia Fed ficou abaixo das expectativas. Na composição dos índices a diferença principal foi no indicador de demanda que diminuiu no Philadelphia Fed depois de alcançar um pico no mês anterior. Os demais componentes dos índices trouxeram mensagens similares como contínua pressão de preços e ligeira melhora dos gargalos na cadeia produtiva.

Zona do Euro: BCE finaliza programa emergencial de compra de ativos em março

O Banco Central Europeu (BCE) anunciou que seu programa emergencial de compra de ativos (PEPP, na sigla em inglês) terminará em março conforme previamente definido. Já o programa convencional de compra de ativos (APP) continuará por tempo indeterminado e será ampliado temporariamente até outubro de 2022, suavizando o declínio de compras causado pelo fim do PEPP.

Em relatório, o banco manteve sua visão de que a inflação atual é transitória, causada pelo aumento dos preços de energia e desequilíbrios provocados pela pandemia e, portanto, deve desacelerar e ficar abaixo da meta no médio prazo. Nesse cenário, a presidente do banco, Christine Lagarde, voltou a afirmar que um aumento de juros é improvável em 2022.

O Banco Central da Inglaterra (BoE) elevou a taxa de juros em 15 pontos-base, passando de 0,10% para 0,25% ao ano. O comitê de política monetária do banco considerou que os riscos de inflação elevada no médio prazo aumentaram e que as condições do mercado de trabalho continuam fortes mesmo com o fim do programa de apoio do governo. O movimento do BoE surpreendeu o mercado, que esperava que as incertezas relacionadas a nova variante ômicron prevalecessem.

A produção industrial subiu 1,1% em outubro frente ao mês anterior, depois de duas quedas consecutivas. O resultado decorre principalmente da maior produção do setor automobilístico. As maiores economias do bloco, Alemanha e França, apresentaram forte desempenho no mês. Excluindo automóveis, a produção industrial subiu 0,6%, com sinais de restrições na cadeia produtiva.

As prévias dos PMIs – índices de atividade econômica – de dezembro continuaram mostrando expansão da atividade, porém em ritmo menor. O PMI manufaturas diminuiu 0,4 ponto para 58. O PMI de serviços recuou 2,6 pontos para 53,3. O aumento de casos de covid-19 na região impactou o setor de serviços. Na composição dos índices, os preços continuam subindo e empregos permanecem sólidos.

O preço do gás natural continua elevado e com alta volatilidade. Um dos motivos é o aumento das tensões entre Rússia e Ucrânia. Essas incertezas colocam em risco um maior fornecimento de gás russo para o continente europeu, que permanece com estoques baixos para enfrentar o inverno.

China: governo prioriza estabilidade em 2022

A Conferência Anual de Trabalho Econômico terminou em 10 de dezembro, com mensagem dos líderes priorizando crescimento estável em 2022. A política fiscal deve antecipar gastos e investimentos para o início do ano e a política monetária deve ser mais flexível.

Dados de atividade vieram mistos. As vendas no varejo cresceram menos que o esperado, 3,9% em novembro comparado ao mesmo mês do ano anterior, enquanto a produção industrial teve crescimento de 3,8% no mesmo período. Setores relacionados a tecnologia continuam apresentando melhor desempenho na indústria, enquanto setores intensivos em energia desaceleraram em decorrência das políticas de descarbonização do governo.

Os investimentos cresceram abaixo do esperado: 5,2% no acumulado do ano até novembro frente ao mesmo período do ano anterior. Houve desaceleração nos investimentos imobiliários em razão da crise no setor.

Dados do setor imobiliário continuam fracos. Comparando novembro com o mesmo mês do ano anterior, o início de construções e as vendas contraíram 22,9% e 17%, respectivamente. Não é esperada uma reversão de política do governo relacionada ao setor, mas medidas em nível local podem ser implementadas para estimular demanda.

Brasil

Pesquisa Focus: projeções de juros mais altos para 2022

A projeção para o IPCA caiu de 10,18% para 10,05% em 2021, se manteve estável em 5,02% para 2022 e apresentou leve retração de 3,5% para 3,46% em 2023. Já os números esperados para o PIB registraram queda em 2021 (de 4,71% para 4,65%) e permaneceram estáveis para 2022 (de 0,51% para 0,5%). A taxa Selic não se alterou este ano (9,25%) e subiu para o ano que vem (de 11,25% para 11,5%).

Atividade: dados fracos para o início do 4º trimestre

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) de outubro contraiu 1,2% na comparação mensal. O dado veio abaixo do esperado pelo mercado e pela Equipe Econômica do C6 Bank. O segmento de serviços prestados às famílias – o mais afetado pelas restrições de mobilidade – foi o único dentre as séries que compõem o índice a registrar alta (2,7%), porém segue 14% abaixo do nível pré-pandemia.

O indicador mensal de atividade do Banco Central, IBC-Br, caiu 0,4% em outubro em relação a setembro. O carrego estatístico é compatível com uma retração de 0,9% no 4T21 e com um crescimento de 4,2% em 2021.

Fiscal: PEC dos precatórios é promulgada no Congresso

A Câmara dos deputados aprovou nesta quarta (15), em dois turnos, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 46/2021) que contém os trechos não promulgados do texto que foi aprovado no Senado. De acordo com a proposta, fica válido o limite de pagamento de precatórios apenas até 2026, ao invés do limite até 2036 da proposta original.

Inflação: IGP-10 indica desaceleração de bens industriais

O IGP-10 recuou 0,14% em dezembro – abaixo da queda de 0,32% que era esperada. A composição dos índices de atacado apresentou comportamento heterogêneo: o IPA agrícola caiu 0,11% enquanto o núcleo do IPA industrial – que inclui apenas os itens relacionados à inflação de bens industriais do IPCA, excluindo alimentos, combustíveis e minério de ferro – seguiu pressionado (alta de 1,52% ante alta de 2,39% em novembro).

Política monetária: ata do Copom sinaliza Selic elevada por mais tempo

O Banco Central do Brasil (BCB) divulgou na terça (14) a ata das reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom) dos dias 7 e 8 de dezembro, apresentando novas informações sobre os rumos da política monetária. No documento, o Comitê retirou a ênfase à convergência da inflação à meta em 2022, e reforçou a menção à convergência ao longo do horizonte relevante, que inclui os anos-calendário de 2022 e 2023.

O Copom avaliou que “o risco de desancoragem das expectativas para prazos mais longos, derivado dos desenvolvimentos no cenário fiscal, indica que há viés altista para as projeções no cenário básico”. Como consequência, concluiu que “o ciclo de aperto monetário deverá ser mais contracionista do que o utilizado no cenário básico por todo o horizonte relevante”.

Em suma, acreditamos que a comunicação é compatível com o nosso cenário de uma alta adicional de 150 pontos-base, seguido de outra alta de 100 pontos-base na reunião de março, elevando a taxa Selic ao nível de 11,75% ao final do ciclo de aperto monetário e permanecendo neste patamar por longo período. Entretanto, o cenário macroeconômico segue volátil e o plano de voo da política monetária pode ser reajustado.

O BCB divulgou nesta quinta (16) o Relatório Trimestral de Inflação de dezembro. Segundo o documento, as projeções de inflação do BCB estão em 10,2% para 2021, 4,7% para 2022, 3,2% para 2023 e 2,6% para 2024, esta última abaixo da meta. Em relação à atividade, houve revisão para baixo dos números esperados para o PIB de 2021 e 2022, sendo de 4,7% para 4,4% e de 2,1% para 1%, respectivamente. Outro destaque do relatório foi a alteração da taxa de juros real neutra considerada nas projeções do banco central. Na versão publicada em setembro, a autoridade monetária adotava uma taxa de 3%, enquanto agora passou a adotar 3,5%.

Equipe Econômica C6 Bank

Felipe Salles Head
Claudia Moreno Head Brasil
Claudia Rodrigues Head Internacional
Felipe Mecchi Internacional
Heliezer Jacob Brasil

Este relatório foi preparado pelo Banco C6 S.A.
Os números contidos nos gráficos de desempenho referem-se ao passado; o desempenho passado não é garantia de resultados futuros.
Cada analista de Macro Research é o principal responsável pelo conteúdo deste relatório e atesta que:
(i) todas as opiniões expressas refletem com precisão suas opiniões pessoais e eventual recomendação foi elaborada de forma independente, inclusive em relação ao Banco C6 S.A. e / ou suas afiliadas;
(ii) nenhuma parte de sua remuneração foi, está ou estará, direta ou indiretamente, relacionada a quaisquer recomendações específicas realizadas pelo analista.
Parte da remuneração do analista vem dos lucros do Banco C6 S.A. e / ou de suas afiliadas e, consequentemente, as receitas decorrem de transações mantidas pelo Banco C6 S.A. e / ou suas coligadas.
Este relatório foi preparado pelo Banco C6 S.A., uma instituição regulada por autoridades brasileiras.
O Banco C6 S.A. é responsável pela distribuição deste relatório no Brasil.