Seu Bolso

Perdeu o controle das dívidas? Veja 6 dicas para fazer bom uso do cartão de crédito

Educador financeiro do C6 Bank ensina a transformar o cartão em aliado do planejamento de gastos dos endividados


mulher sentada sorrindo e olhando para o horizonte

A parcela de famílias com dívidas a vencer atingiu 77,5% em março, maior patamar já registrado pela Peic (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor), divulgada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). Desse total, 87% são com cartão, que representou o tipo de crédito mais usado pelas pessoas, seguido dos carnês de loja.

Para Liao Yu Chieh, educador financeiro do C6 Bank, o cartão pode ser um aliado do planejamento de gastos. “O problema não é fazer compras com cartão de crédito. O problema é perder o controle dos gastos e não conseguir pagar o total da fatura na data de vencimento. Aí, a dívida pode virar uma bola de neve.”

Relacionadas:

O cartão de crédito oferece uma série de vantagens para quem consegue usá-lo de forma sustentável, ou seja, pagando a fatura no vencimento. “Com ele, é possível ganhar milhas ou pontos. É possível fazer pagamentos de emergência hoje para pagar somente no vencimento da fatura. Ele também ajuda a controlar os gastos, concentrando todas as despesas em um único lugar”, afirma o Prof. Liao.

Para ajudar o consumidor a não perder o controle do pagamento do cartão, Liao dá algumas dicas abaixo:

  1. Pague tudo sem atraso: Tente pagar sempre o total da fatura até a data do vencimento, assim você evita os juros do rotativo, que são os mais altos do mercado.
  2. Cuidado com o valor mínimo: Evite cair na armadilha de pagar o valor mínimo! Esse é o primeiro passo para uma dívida pequena se transformar em uma bola de neve impagável.
  3. Não parcele a fatura: Parcelar também não é solução, pois haverá cobrança de juros (e juros bem altos!).
  4. Controle as compras parceladas: Faça as contas e calcule se conseguirá fazer o pagamento da fatura toda considerando todas as outras compras parceladas que você já tem.
  5. Avalie a necessidade da compra: Antes de passar o cartão, sempre vale se questionar se aquela compra vale mesmo a pena.
  6. Mantenha o limite dentro das suas possibilidades: Limite de crédito alto pode incentivar gastos desnecessários, além de ser um risco operacional a mais, aumentando o prejuízo em caso de fraude ou sequestro. Se tem bastante limite, reduza para somente o necessário.

Seguindo esses passos, Liao Yu Chieh diz que o consumidor conseguirá aproveitar melhor os benefícios do cartão. “É possível conseguir se aproveitar dos benefícios que o cartão oferece sem cair em dívidas.”

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: Consciência e planejamento financeiro: controlando seus gastos