Seu Bolso

O que é PNAD?

Pesquisa do IBGE foi substituída em 2016 pela PNAD Contínua


Mulher negra próxima à janela olhando o tablet com pesquisa sobre PNAD

Se você acompanha com uma certa frequência os índices divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), já deve ter visto o termo e os números relacionados a PNAD.

Porém, qual o significado dessa sigla que foi encerrada em 2016 e substituída pela PNAD Contínua? Nessa matéria, vamos explicar tudo o que você precisa saber e como funcionou o processo de atualização.

Relacionadas:

PNAD: o que é?

PNAD é a sigla para Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Criada em 1967, ela produzia resultados para Brasil, grandes regiões, Unidades da Federação e nove regiões metropolitanas (Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre).

De forma permanente, a PNAD IBGE pesquisava características gerais da população, como educação, trabalho, rendimento e habitação. Além disso, com periodicidade variável, ela também analisava temas de acordo com a necessidade de informação do país.  

Após 49 anos de existência, a pesquisa foi encerrada em 2016 e substituída pela PNAD Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua). Esta, por sua vez, possui uma cobertura territorial mais abrangente e disponibiliza informações trimestrais acerca da força de trabalho.

Qual a finalidade da pesquisa?

A finalidade da PNAD Contínua é de, prioritariamente, atender a demandas dos usuários e suprir necessidades para a formulação e gestão de políticas públicas.

Dessa forma, a pesquisa auxilia a minimizar lacunas existentes na produção nacional de estatísticas.

Como a pesquisa é feita?

Devido à pandemia de Covid-19, a PNAD Contínua mudou de forma em relação à coleta de informações.

Antes feita de forma presencial com um entrevistador do IBGE a domicílio, ela passou a ser realizado por telefone.

Qual a diferença entre a PNAD e a contínua?

A principal diferença entre as duas pesquisas é a metodologia. Isso porque a atual PNAD acompanha as flutuações, a evolução da força de trabalho e outras informações relevantes para o estudo do desenvolvimento econômico do Brasil.

A PNAD Contínua, portanto, reúne dados de indicadores gerais mensais e trimestrais.

Como é calculada a PNAD Contínua?

O cálculo da PNAD Contínua fica por conta do IBGE. Para isso, ele leva em consideração dois grupos: maiores de 14 anos aptos a trabalhar e menores de 14 anos considerados não aptos.

Além disso, há uma divisão dentro do primeiro grupo de acordo com os seguintes dados: pessoas na força de trabalho e pessoas fora da força de trabalho.

Por fim, pessoas dentro deste primeiro grupo são divididas em desocupadas e empregadas. Deste dado é possível extrair a taxa de desemprego, obtida através do cálculo do número de desocupados dividido pelo total de pessoas na força de trabalho.

Qual a PNAD Contínua atual?

No dia 31 de maio de 2022, o IBGE divulgou a PNAD Contínua mais recente. Ela demonstra que a taxa de desemprego está em 10,5% no trimestre que termina em abril deste ano.

Considerando o dado com o ajuste sazonal da nossa equipe econômica, o desemprego passou de 10,6% para 10,1%.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: Abono do PIS/Pasep 2022: o que é e quem tem direito?