Seu Bolso

Poupança ainda vale a pena?

Quanto mais a taxa de juros subir, maior vai ficar a desvantagem para quem tem dinheiro na poupança.


Foto de uma jovem branca, morena, com o cabelo curto no estilo channel. Ela está sentada numa cadeira com os dois pés apoiados em cima de uma mesa a sua frente, segurando um celular na orelha com a mão direita e um café com a mão esquerda. Na cena ainda vemos um notebook e alguns papéis em cima da mesa e uma estante ao fundo.
Poupança ainda vale a pena?

Se a poupança já andava perdendo para outros tipos de investimentos conservadores, a diferença ficou ainda maior nos últimos meses.

Isso porque quando a Selic ultrapassa 8,5% ao ano, o rendimento passa a ser de 0,5% ao mês mais TR (Taxa Referencial), que atualmente está praticamente zerada. Em fevereiro, o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) elevou a Selic para 10,75% ao ano.

Neste cenário que a Selic ultrapassou os 8,5% ao ano, a poupança começa a ter uma desvantagem ainda maior em comparação a outros investimentos conservadores. Quanto mais a taxa de juros subir, maior vai ficar a desvantagem para quem tem dinheiro na poupança.

Onde colocar o dinheiro que está poupança? 

Tudo depende do perfil do investidor e em quanto tempo o dinheiro será usado.

Quem costuma guardar o dinheiro na poupança tem o perfil mais conversador e não está disposto a correr muitos riscos. Para esses casos, uma opção interessante é apostar em fundos de renda fixa ou CDBs de bancos.

No C6 Bank, por exemplo, você pode começar investir em CDB e fundos de renda fixa a partir de R$ 20. Basta acessa o app do banco, clicar em C6 Invest e escolher o produto mais adequado para você.

Relacionadas:

E como fica a regra da poupança antiga? 

Nada muda. Quem tinha dinheiro aplicado na poupança até o dia 3 de maio de 2012 tem a mesma rentabilidade sempre, independentemente do valor da Selic: 0,5% ao mês mais TR, o que dá cerca de 6,17% ao ano.

Na prática, as rentabilidades da poupança “velha” e da “nova” ficam iguais assim que a Selic passar a marca de 8,5% ao ano.

Vale a pena tirar o dinheiro da poupança? 

Pensando em rentabilidade, sim. Antes de escolher qualquer tipo de investimento, é preciso estudar para entender quais as características de cada um dos ativos ou buscar a ajuda de especialistas.

Além dos CDBs e dos fundos de renda fixa, uma alternativa interessante para quem busca diversificar a carteira, sem ter que buscar ajuda de um profissional, é o C6 TechInvest. No C6 TechInvest você é o seu próprio assessor de investimentos.

C6 TechInvest é o produto de carteira administrada oferecido pelo C6 Bank, que busca a diversificação dos investimentos através do balanceamento de ativos nacionais e internacionais.

Leia também: C6 TechInvest: Diversifique seus investimentos com o C6 Bank