Seu Bolso

Preço do aluguel: como negociar o valor com proprietário?

É possível reduzir o valor do aluguel na renovação do contrato?


Casal sentado no chão de uma cozinha conversando sobre preço do aluguel

O preço do aluguel, para muitas famílias, tem grande impacto nas despesas mensais. Em um momento em que a redução de gastos passa a ser uma necessidade, a diminuição desse preço pode ser dialogada entre inquilino e proprietário.

Relacionadas:

Como o preço do aluguel de casas é calculado?

O cálculo do preço do aluguel de casas e imóveis no geral pode variar bastante, mas entender qual é a base dessa precificação pode ajudar no momento de negociar com proprietário.

Apesar de ser comum que os donos de imóveis sugiram um preço que atenda unicamente as suas expectativas financeiras, a verdade é que são vários os fatores que podem impactar no valor. Localização, estado de conservação, tamanho e quantidade de quartos são alguns dos elementos que devem ser considerados no momento de determinar o preço do aluguel.

Além disso, o contexto econômico também deve entrar nessa conta, ou seja, é importante analisar como o mercado e a economia estão funcionando. Principalmente porque índices como IGP-M ou IPCA comumente fazem parte do contrato.

Agora que você tem as informações de como calcular o preço do aluguel, é necessário que você entenda como negociar essa quantia no próximo reajuste.

Como renegociar o aluguel de casas e imóveis?

O reajuste anual e a renovação do contrato são dois momentos que possibilitam que inquilino e proprietário estabeleçam um novo acordo. Porém, solicitar a diminuição do aluguel sem justificavas pode não ter um resultado efetivo.

Nesse sentido, a primeira dica é reavaliar os fatores que podem ter sido considerados no ato de precificação do aluguel. Ou seja, o local em que você mora é bem localizado, oferece segurança e conta com serviços comerciais nas proximidades? Existe uma grande diferença no valor quando comparado a outras casas e apartamentos da região?

Uma vez que o contrato estabelece direito e deveres entre duas partes, é essencial ser um bom inquilino. Ao honrar com os seus compromissos financeiros e manter o imóvel em um bom estado, fica um pouco mais fácil negociar um reajuste acessível. Afinal, esse é um comportamento que oferece segurança ao seu proprietário.

Outro fator que pode ser levado para argumentação é o cenário econômico ou desemprego repentino. Imprevistos financeiros, causados por doenças graves por exemplo, também podem ser considerados.

Para renegociar o preço do aluguel, tenha ajustes em mente

Antes de pedir a diminuição do valor do aluguel de apartamento ou casa, é importante lembrar que você está solicitando um reajuste contratual. De modo que sugerir a mudança de cláusulas específicas ou a troca do índice de reajuste, por exemplo, trazem mais seriedade para a negociação.

Sendo assim, antes de tudo, estruture uma boa proposta e sugira mudanças que beneficiem você e o proprietário, oferecendo segurança para ambas as partes.

É válido lembrar que a Lei do Inquilinato (LEI No 8.245), no Art. 18, informa que é “lícito às partes fixar, de comum acordo, novo valor para o aluguel, bem como inserir ou modificar cláusula de reajuste.” Outro argumento factível que pode ser utilizado na hora de renegociar.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também:  Onde sacar dinheiro do C6 Bank?