Seu Bolso

Reserva de emergência em um planejamento financeiro: dicas para montar a sua

Confira as melhores opções de produtos para investir a sua reserva


Reserva de emergência em um planejamento financeiro
Como guardar dinheiro para emergências

Montar uma reserva de emergência é um passo importante do seu planejamento financeiro. Através desse recurso, você pode contar com esse dinheiro em caso de um imprevisto, acidente ou outro tipo de emergência.   

Para isso, você deve guardar o suficiente para cobrir os seus gastos por pelo menos alguns meses. Assim, você pode evitar apertos caso perca o seu emprego, passe por algum problema de saúde ou fique sem alguma fonte de renda. 

Você sabe quais são as melhores opções de produtos de investimentos para montar a sua reserva de emergência? Confira essa e outras dicas:  

Relacionadas:  

Quanto devo guardar na reserva de emergência?  

A reserva de emergência deve cobrir os seus gastos por alguns meses. No entanto, não confunda: o valor deve cobrir os seus gastos, e não o seu salário ou renda mensal.  

Isso quer dizer que a reserva deve contabilizar todos os seus gastos essenciais e necessários, como moradia, alimentação, plano de saúde, entre outras despesas.  

Por isso, antes de determinar um valor para a sua reserva, calcule quanto você gasta por mês e quais são as suas despesas mensais. Assim, você poderá guardar uma reserva de emergência segura.  

Na maioria dos casos, o ideal é guardar o equivalente a seis meses de gastos. No entanto, existem algumas exceções:  

  • Se você é funcionário público e, portanto, não corre o risco de perder o seu emprego, três meses de gastos já podem ser suficientes para a sua reserva; 
  • Se você é profissional autônomo e pode sofrer de maneira mais significativa com perdas e oscilações, o ideal é guardar nove a doze meses das suas despesas.  

Como inserir a reserva de emergência no seu planejamento financeiro 

A reserva de emergência é um passo importante do seu planejamento financeiro e deve ser montada de forma estratégica. Mas, por onde começar a montar esse fundo? Como fazer um planejamento financeiro que considere a sua reserva? Confira algumas dicas:  

Primeiro, resolva suas pendências financeiras 

Antes de começar a investir na sua reserva de emergência, você deve quitar suas dívidas ou resolver eventuais pendências. Assim, você também pode evitar que a sua reserva seja destinada para dívidas e também fazer com que a construção da sua reserva seja mais rápida e organizada.  

Separe um pouco da sua renda todo mês 

Após resolver as suas pendências, o próximo passo é começar a montar a sua reserva. A melhor forma para fazer isso é separando um pouco da sua renda todos os meses e compor o fundo aos poucos. Pode parecer que o valor ideal para a reserva é alto, mas guardando um pouquinho por mês você poderá montá-la sem muita dificuldade. 

Não misture o dinheiro da reserva com o dinheiro do dia a dia 

Uma dica fundamental para manter a sua reserva é não deixá-la na sua conta corrente ou com o dinheiro que você utiliza no dia a dia. Assim, você pode acabar gastando a sua reserva sem perceber e não fazendo a reposição do valor. O ideal é manter a sua reserva de emergência aplicada em um investimento de renda fixa.  

Lembre-se: apenas para emergências  

Evite ao máximo resgatar a sua reserva de emergência para gastos que não são emergenciais. Mas, caso precise ou queira aproveitar uma oportunidade, realize a reposição do valor resgatado o mais rápido possível.  

Como investir para a sua reserva de emergência 

Para manter a sua reserva aplicada em um investimento, é preciso tomar cuidado com o produto escolhido: priorize investimentos de renda fixa com alta liquidez. 

Assim, você poderá resgatar o seu dinheiro de forma rápida quando precisar, e não submeterá a sua reserva a oscilações do mercado. Entenda quais produtos contam com essas características: 

  • CDB de liquidez diária 
  • Títulos públicos 
  • Fundos conservadores 

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra suaconta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app. 

Leia também: O que é governança corporativa?