Economia

Resumo semanal: Menor crescimento global

Confira as principais notícias da semana, segundo a avaliação da equipe econômica do C6 Bank


Confira as principais notícias da semana (23/5-27/5), segundo a avaliação da equipe econômica do C6 Bank. Leia a íntegra do relatório.

Internacional

Estados Unidos: desaceleração da atividade

O banco central americano (Federal Reserve – Fed) divulgou a ata da última reunião, realizada no início de maio. O texto mostrou que a decisão de um aumento na taxa de juros em 50 pontos-base foi unânime e que a maioria dos membros julgou que mais dois aumentos de mesma magnitude podem ser apropriados nas reuniões seguintes. Todos os membros também apoiaram o início da redução do balanço patrimonial a partir de 1/junho, de forma gradual, alcançando um ritmo máximo de redução dos ativos em US$ 95 bilhões por mês.

A economia americana desacelerou em maio, de acordo com as prévias dos índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês). O PMI composto, que combina os índices PMI do setor de manufaturas e do setor de serviços, diminuiu 2,2 pontos para 53,8, principalmente em razão de uma desaceleração no setor de serviços. No geral, o índice composto refletiu um crescimento menor da demanda, uma persistência de gargalos na cadeia de produção e um aumento da pressão inflacionária. No detalhe, o PMI de manufaturas diminuiu 1,7 ponto para 57,5, mantendo um nível elevado, enquanto o PMI de serviços diminuiu 2,1 pontos para 53,5.

Os indicadores regionais de atividade industrial do Federal Reserve (Fed) também indicaram desaceleração em maio. O índice do Fed de Kansas diminuiu 2 pontos para 23, ainda sinalizando atividade forte, com demanda firme e emprego em alta, mas preços elevados. O índice do Fed de Richmond caiu 23 pontos, para -9, sinalizando contração. Houve queda na maior parte de seus componentes, como demanda, produção e emprego.

O setor imobiliário continua perdendo fôlego. As vendas de moradias novas tiveram queda de 16,6% em abril em relação ao mês anterior, segundo o Departamento do Comércio. O forte encolhimento veio após uma contração também expressiva de 10,5% em março. As menores vendas possivelmente decorreram de preços de casas e taxas de hipoteca elevados. As vendas pendentes também diminuíram 3,9%, segundo a Associação Nacional de Corretores de Imóveis (NAR, na sigla em inglês), sinalizando que a venda de casas usadas deve continuar fraca nos próximos meses.

A renda das famílias aumentou 0,4% em abril, em razão de aumentos de salários e benefícios, enquanto os gastos com consumo subiram 0,9%, com aumento na demanda de bens e serviços segundo dados do Departamento do Comércio.

Os pedidos de bens duráveis e de bens de capital cresceram em ritmo mais lento em abril, segundo o Departamento do Comércio. Os núcleos de ambos os índices também vieram mais fracos que o esperado. Apesar da desaceleração, os indicadores continuam bem acima do nível pré-pandemia.

A inflação americana segue pressionada, mas desacelerou conforme esperado no mês de abril, segundo dados do Departamento do Comércio americano. O índice de preços de gastos com consumo (PCE, na sigla em inglês) subiu 0,2% no mês e acumula 6,3% nos últimos doze meses, com destaque para o preço de energia e alimentos. O núcleo da inflação, que exclui energia e alimentos, subiu robusto 0,3% no mês e 4,9% em doze meses.

Os números de novos casos de Covid-19 e de hospitalizações continuam baixos.

Europa: esforço para abastecimento de matérias-primas

O conflito entre Rússia e Ucrânia completou três meses. A Rússia continua avançando no leste, mas com dificuldades de completar seus objetivos. Os ataques continuam. A Ucrânia mostra resistência e segue recebendo ajuda militar, financeira e humanitária do ocidente. Negociações diretas entre Rússia e Ucrânia estão praticamente paradas. O conflito deve se estender por mais tempo do que era previsto.

Os preços das commodities continuam com alta volatilidade. Entre os dias 20 e 26 de maio, o petróleo subiu 4%. O gás natural diminuiu 2% no mesmo período, em meio a menores preocupações com fluxos vindos da Rússia. A União Europeia tem trabalhado em acordos de fornecimento de gás com outros países para diminuir a dependência da região em relação à Rússia. O preço das commodities agrícolas em geral segue elevado. Os Estados Unidos e a União Europeia têm buscado uma solução para o escoamento de grãos e fertilizantes a partir de portos ucranianos bloqueados pela invasão russa.

A atividade continuou resiliente no mês de maio, de acordo com as prévias dos índices de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês). O PMI de manufaturas diminuiu 1,1 ponto, para 54,4, com os gargalos da cadeia de produção exacerbados pelo conflito na Ucrânia e por medidas de lockdowns na China. O PMI de serviços teve queda de 1,4 ponto, para 56,3, com menor demanda possivelmente causada pela diminuição do poder de compra. Ambos os índices continuam sinalizando forte aumento de preços.

Os salários negociados aceleraram 2,8% no 1T22 em relação ao trimestre anterior, segundo o Banco Central Europeu. O aumento pode decorrer de distorções causadas por efeitos não recorrentes que ocorreram na Alemanha no início do ano, mas o Banco não divulga dados a nível de país. De qualquer forma, a elevação no índice sugere que o mercado de trabalho apertado começa a pressionar salários.

No Reino Unido, a atividade deu sinais de desaceleração em maio, em razão de um enfraquecimento no setor de serviços. A prévia do PMI de serviços caiu 7,1 pontos para 51,8 e a do PMI de manufaturas diminuiu 1,2 ponto para 54,6. O PMI composto, que combina os dois índices, foi para o menor nível desde março de 2021, último mês de um lockdown relacionado à Covid-19.

China: governo sinaliza dificuldades em alcançar meta de crescimento

O número de novos casos de Covid-19 continua com tendência de queda, passando de dezenas de milhares há um mês para menos de 500 recentemente. Os casos continuam concentrados em Xangai. Depois de uma semana com poucos casos fora de áreas de isolamento, a reabertura gradual continua e o objetivo é de uma normalização até o fim de junho. Em Pequim, o número de novos casos permanece baixo, mas persistente, o que levou o governo a aumentar restrições, como exigência de trabalho remoto em vários distritos. Medidas duras, que fazem parte da estratégia de Covid zero, como testagens frequentes e isolamento de pessoas infectadas, devem continuar sendo aplicadas no país para evitar a disseminação do vírus e lockdowns custosos como o de Xangai.

O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, realizou evento virtual com milhares de autoridades locais, inclusive representantes de estatais, e exigiu mais esforços para uma “estabilização do crescimento econômico” e redução no desemprego. O primeiro-ministro disse que em certos aspectos a economia chinesa agora está pior do que em 2020, quando o país atravessou o primeiro surto de Covid-19. A natureza e escala do evento chamaram a atenção e indicam preocupação do governo em atingir a meta de crescimento de 5,5% para este ano.

O lucro da indústria contraiu 8,5% em abril frente ao mesmo mês do ano anterior, de acordo com o Escritório Nacional de Estatística (NBS, na sigla em inglês). A queda no lucro ocorre em meio às restrições severas relacionadas à estratégia de Covid zero e pressão de custos. Entretanto, o resultado permaneceu sólido para produtores de matérias-primas (mineração, processamento de metais) e para produtores de equipamentos de alta tecnologia. Outras indústrias sentiram um maior impacto.

Brasil

Inflação: alta, disseminada e persistente

O IPCA-15 de maio registrou expansão de 0,59%, acima do esperado pelo mercado (0,45%) e por nós (0,47%). O índice acumula alta de 12,20% na variação em 12 meses. Neste mês entrou o impacto da queda no preço da energia elétrica, refletindo o fim da tarifa de escassez hídrica, o que contribuiu com aproximadamente 90 bps. Ou seja, se não fosse essa queda pontual, a inflação estaria ainda mais elevada. Houve surpresa para cima em serviços, bens industriais e na média dos núcleos do Banco Central. A composição do índice mostra inflação desses segmentos elevada. Em 12 meses, a inflação de serviços segue acelerando e acumula alta de 8,2%, enquanto a de bens industriais ficou praticamente estável em patamar elevado em 14,4%. A inflação de serviços deve continuar alta, sob efeito da inércia inflacionária nos próximos meses. A inflação de bens industriais também deve seguir elevada devido aos novos choques nas cadeias globais de produção (Guerra na Ucrânia e lockdowns na China). O índice de difusão ficou em 74,9%, ante 78,7% no mês anterior, mas segue em patamar muito elevado. A inflação está alta, disseminada e persistente.

Aprovado na Câmara projeto que limita ICMS sobre combustíveis e energia e reduz IPCA

A Câmara aprovou o PLP 18/2022, Projeto de Lei Complementar que, na prática, limita o ICMS de energia elétrica, combustíveis, telecomunicações (além de gás natural, querosene de aviação e transporte coletivo). O texto passou com apoio amplo, foram 403 votos favoráveis e 10 contrários. Foi incluído no texto um gatilho temporário para compensar estados e municípios se houver perda de arrecadação total do tributo superior a 5%. Essa compensação será feita por meio de abatimento da dívida desses entes com a União. O impacto fiscal do projeto, estimado por nós, é de aproximadamente R$ 60 bi para estados e municípios. O impacto no IPCA é de aproximadamente 1,5% este ano. Texto segue agora para o Senado.

Fiscal: arrecadação em patamar elevado

Arrecadação da Receita Federal de abril somou R$ 195 bi. O dado veio um pouco abaixo do que projetávamos, mas ainda assim a arrecadação veio forte. Seguimos com viés de alta para o resultado primário de superávit de 0,5% para 2022 para o setor público consolidado.

Nota: O Banco Central não divulgou essa semana a pesquisa do Boletim Focus devido à greve dos servidores.

Equipe Econômica C6 Bank

Felipe Salles Head
Claudia Moreno Head Brasil
Claudia Rodrigues Head Internacional
Felipe Mecchi Internacional
Heliezer Jacob Brasil

Este relatório foi preparado pelo Banco C6 S.A.

Os números contidos nos gráficos de desempenho referem-se ao passado; o desempenho passado não é garantia de resultados futuros.

Cada analista de Macro Research é o principal responsável pelo conteúdo deste relatório e atesta que:

(i) todas as opiniões expressas refletem com precisão suas opiniões pessoais e eventual recomendação foi elaborada de forma independente, inclusive em relação ao Banco C6 S.A. e / ou suas afiliadas;

(ii) nenhuma parte de sua remuneração foi, está ou estará, direta ou indiretamente, relacionada a quaisquer recomendações específicas realizadas pelo analista.

Parte da remuneração do analista vem dos lucros do Banco C6 S.A. e / ou de suas afiliadas e, consequentemente, as receitas decorrem de transações mantidas pelo Banco C6 S.A. e / ou suas coligadas.

Este relatório foi preparado pelo Banco C6 S.A., uma instituição regulada por autoridades brasileiras.

O Banco C6 S.A. é responsável pela distribuição deste relatório no Brasil.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.