Seu Bolso

Vale-refeição: 6 dicas para fazer durar mais

Se seu vale-refeição não dura até o final do mês, siga essas dicas simples e práticas


Mulher sentada com um caderno e suco, pensando em como fazer o vale-refeição durar mais
É hora de mudar de carreira? Saiba como se planejar para recomeçar a vida profissional

Se você recebe o benefício do vale-refeição no seu trabalho, já deve ter acontecido de esgotar o saldo antes mesmo do fim do mês. Mas sabia que há algumas soluções para fazer o vale-refeição (VR) durar mais, garantindo refeições completas para todo o mês? 

Nessa matéria, vamos dar dicas fáceis e simples para transformar a sua rotina e garantir que você consiga se alimentar no final do mês com a mesma qualidade e fartura que no dia do recebimento do benefício. Confira. 

Relacionadas: 

Vale-refeição: o que é? 

Vale-refeição é um benefício fornecido pela empresa aos seus colaboradores. Ele é pago através de créditos em cartões específicos, podendo ser utilizado em restaurantes, lanchonetes e até mesmo em alguns mercados.  

O limite do VR é de 20% do salário do funcionário, segundo o art. 458 da Consolidação das Leis do Trabalho. Vale também ressaltar que os valores podem ser acumulados caso não sejam utilizados, porém a sensação que a grande maioria dos trabalhadores tem é que o vale-refeição vai acabar sempre antes do final do mês.  

Como fazer o vale-refeição durar mais? 

Confira algumas dicas essenciais para aumentar a durabilidade do VR

Respeite o limite diário 

A empresa, ao calcular o valor total do vale-refeição, pensa em um limite de gasto diário nas refeições, levando em consideração os preços dos restaurantes em seu entorno. Por isso, tente sempre ficar dentro deste orçamento e não extrapolar nos dias do recebimento do benefício.  

Use o benefício moderadamente  

O ideal é que o VR seja utilizado apenas nos dias de trabalho presencial. Porém, com as rotinas de trabalho híbridas é comum que as pessoas ainda passem mais dias em casa. Por isso, faça um cálculo de quanto você precisará no mês para todos os dias presenciais e dilua o valor restante nos finais de semana.  

Dica: não precisa gastar todo o valor do benefício. Tudo o que você conseguir poupar ajuda no orçamento próximo mês.  

Tome cuidado com restaurantes com buffet 

Evite colocar no prato mais do que você conseguirá comer. Para isso, coloque no centro da louça os alimentos para facilitar o controle da quantidade. Além disso, evite pedir sobremesas e bebidas. Vale, por exemplo, sempre carregar uma garrafa com água ou até mesmo levar um suco ou docinhos de casa para evitar este gasto extra.  

Aproveite as promoções dos restaurantes 

Explore os restaurantes próximos ao seu trabalho que aceitem o seu vale-refeição e invista naqueles que têm programas de fidelidade. Uma boa opção é apostar nos estabelecimentos que oferecem pratos promocionais de acordo com os dias da semana.  

Inverta as bonificações 

É muito comum que os trabalhadores se deem o luxo de comer em lugares especiais e mais caros assim que recebem o benefício do vale-refeição. Porém, fazer o processo inverso é muito mais benéfico. Por isso, prefira economizar ao receber o VR e deixe os almoços em restaurantes especiais para o final do mês.  

Invista nas marmitas para economizar 

As marmitas são as melhores soluções para fazer o vale-refeição durar mais. Para facilitar a programação da semana e garantir que você terá comida para todos os dias de trabalho presencial, prepare tudo no domingo e congele as marmitas. Vale até mesmo etiquetá-las para você saber o que tem dentro de cada recipiente. Dica: coloque também nas etiquetas as datas que elas foram feitas para garantir que os alimentos sejam consumidos dentro de suas validades.  

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app. 

Leia também: Como economizar no mercado?