Seu Bolso

Quando o consumidor tem direito a devolução do dinheiro?

Confira em quais casos você tem direito a devolução do dinheiro


Quando o consumidor tem direito a devolução do dinheiro?
Quando o consumidor tem direito a devolução do dinheiro?

Se você se sentiu lesado após uma compra ou se arrependeu após adquirir um produto, fique atento: o Código de Defesa do Consumidor estabelece quando o consumidor tem direito a devolução do dinheiro. Por isso, é importante estar atento aos seus direitos e poder receber o seu dinheiro de volta se for o caso.  

Relacionadas:  

Quando o consumidor tem direito a devolução do dinheiro? 

O Código de Defesa do Consumidor (CDC) estabelece que o consumidor tem direito a devolução do dinheiro em três tipos de situações:  

  • Arrependimento após uma compra feita fora da loja física  
  • Descumprimento de oferta  
  • Produto está com defeito.  

Vale lembrar que para receber o reembolso você deve realizar a solicitação dentro do prazo e das condições estabelecidas pelo Código. Entenda:  

Direito de arrependimento  

O direito de arrependimento, estabelecido no Art. 49 do CDC, se refere estritamente ao caso de compras que não foram realizadas de forma presencial. Isso quer dizer que o cliente pode se arrepender de compras realizadas pela internet ou pelo telefone, por exemplo.  

Nesse caso, a solicitação para a devolução deve ser feita em até sete dias após o recebimento do produto.  

Descumprimento de oferta 

Descumprimento de oferta se refere à situação em que o produto entregue ao cliente é diferente daquele ofertado ou caso outro produto seja entregue no lugar. De acordo com o Art. 35 do Código, o consumidor tem três opções nesse tipo de cenário:  

  • Exigir o cumprimento forçado da oferta; 
  • Aceitar outro produto que seja equivalente;  
  • Rescindir o contrato e receber o reembolso correspondente.  

Produto com defeito 

Se o produto recebido estiver com defeito de qualquer natureza, o consumidor tem direito a devolução do dinheiro. No entanto, se a falha for exclusivamente causada pelo cliente, o consumidor não será reembolsado.  

Os diferentes tipos de defeitos estão listados no Art. 12 do Código de Defesa do Consumidor. Nesses casos, o cliente deve informar o seu fornecedor. Se após trinta dias o reparo devido não for realizado, o consumidor terá direito a cancelar a compra e receber o dinheiro de volta.  

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra suaconta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app. 

Leia também: O que é DDA?