Seu Bolso

Biometria facial para celular: qual a importância?

A biometria facial guarda características do rosto do usuário, como uma espécie de cadastro baseado no rosto


Mulher usando biometria facial para celular a fim de fazer uma transferência pelo app do C6 Bank

A biometria facial para celular tem se tornado cada vez mais comum na vida dos brasileiros. Alguns modelos de celular dão a opção de usar esse tipo de identificação para desbloqueio da tela e aplicativos como o do próprio C6 Bank requisitam a biometria facial para confirmação de determinadas transferências.

Neste post, vamos falar um pouco mais sobre a importância dessa tecnologia, bem como o papel de segurança que ela desempenha para o usuário. Confira mais informações a seguir.

Relacionadas:

O que é biometria facial?

De maneira geral, a biometria facial é uma tecnologia que permite a identificação de uma pessoa por meio de suas características faciais, codificando essas informações e transformando em características únicas de cada indivíduo.

Apesar de não ser uma tecnologia nova, se popularizou bastante durante a pandemia por descartar a necessidade de contato para a identificação, como é o caso da biometria por impressão digital, outro exemplo de biometria muito popular.

O processo é realizado por meio de um escaneamento do rosto do usuário: o algoritmo guarda informações como profundidade do rosto, posição do nariz, distância dos olhos, entre outras.  Alguns algoritmos também podem ser configurados para fazer o reconhecimento mesmo no caso de você estar usando óculos, por exemplo.

Para que serve a biometria facial para celular?

A biometria facial para celular, por sua vez, também está conquistando espaço, em função da segurança que o procedimento proporciona. No C6 Bank, por exemplo, algumas transações (de acordo com regras pré-estabelecidas) solicitam a exibição do rosto para que seja realizada a autenticação por biometria facial.

Isso ajuda a proteger o usuário contra, por exemplo, prejuízos em casos de roubo ou furto. Mesmo que o criminoso tenha a senha do celular, do aplicativo e até a senha transacional do usuário, não conseguirá fazer movimentações na conta, por conta da biometria facial celular.

Mais do que isso: se um rosto diferente do dono da conta for exibido, o app do C6 Bank será desativado permanentemente naquele aparelho. Essa camada de proteção vale para TEDs, TEFs, Pix e pagamentos de valores em geral. Além disso, se alguém tentar realizar transações em uma conta C6, será necessário realizar a instalação do token de segurança através do processo de biometria facial.

Por fim, para quem investe em CDBs, a biometria facial também é necessária na hora de fazer resgates dos rendimentos.

Da mesma forma, outros aplicativos também estão adotando a biometria facial, a fim de dificultar o acesso de estranhos ao dispositivo, como aplicativos de mensagem ou do governo, por exemplo.

Semana da Conta Segura. Quer aprender a usar as funcionalidades de segurança do C6 Bank? Veja dicas práticas para proteger o seu dinheiro em caso de furto ou roubou de celular. É só acessar nossa central de conteúdos.

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra sua conta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app.

Leia também: 3 dicas de segurança para blindar o seu Pix