Seu Bolso

Perda financeira: como evitar com a reserva de emergência?

Como a reserva de emergência pode ajudar a sua vida financeira em momentos de dificuldade


O que é perda financeira?
O que é perda financeira?

Superar uma perda financeira é um processo que demanda tempo, planejamento e muita disciplina. Mas existe um recurso que pode te ajudar a evitar esse problema como um todo: a reserva de emergência. 

Esse fundo pode contribuir muito para a segurança e estabilidade financeira da sua família no caso de imprevistos, acidentes ou outros tipos de problemas. Assim, é possível diminuir a perda financeira nessas situações, e estar protegido em momentos de necessidade

Relacionadas:  

O que é perda financeira? 

Uma perda financeira pode acontecer por conta de um imprevisto, acidente ou outro tipo de problema que causou um prejuízo para o orçamento da família. Alguns exemplos são reparos na casa ou no carro, despesas hospitalares, desemprego, entre outros.  

Essas situações podem trazer problemas para a vida financeira, fazendo com que as pessoas recorram a empréstimos ou ao cheque especial.  

Como superar uma perda financeira? 

Superar uma perda financeira é algo que exige um planejamento financeiro, além de atitudes assertivas para economizar e poupar dinheiro.  

Nesse sentido, uma reeducação financeira também pode ajudar. Aqui, um importante passo é fazer um registro com todos as despesas e gastos da família, o que possibilita a reavaliação dos hábitos de consumo.

Dessa forma você consegue encontrar gastos supérfluos que podem ser cortados. E com isso será possível guardar dinheiro para reorganizar as suas finanças e retomar a sua estabilidade. 

Como a reserva de emergência pode ajudar a evitar a perda financeira? 

A reserva de emergência é um fundo que deve ser guardado para lidar com emergências, problemas e imprevistos, além da perda financeira. Alguns exemplos são problemas de saúde, desemprego, reparos no carro ou em casa, falecimentos, entre outros. 

Manter uma reserva de emergência adequada pode ajudar muito a vida financeira em momentos de necessidade. Caso você fique desempregado, por exemplo, a reserva pode ajudar com as despesas da família durante a busca por um novo emprego, atenuando a perda financeira nesse momento.  

Além disso, a reserva de emergência também pode ajudar a evitar a contração de dívidas durante esses períodos, o que pode contribuir com as finanças da família no longo prazo.  

É importante lembrar que, quando utilizada, a reserva de emergência deve ser reposta o mais rápido possível. Além disso, uma boa reserva de emergência deve ser suficiente para cobrir os gastos mensais da família por pelo menos alguns meses. 

Como fazer uma reserva de emergência? 

A primeira dica importante para montar uma reserva de emergência é não deixar esse dinheiro na conta corrente. Além desse dinheiro não render e se desvalorizar com o tempo, misturar a reserva com o dinheiro do dia a dia pode fazer com que você gaste a sua reserva sem querer e acabe não repondo.  

Portanto, o ideal é deixar o dinheiro aplicado em um produto de investimento. Nesse caso, é importante que a reserva possa ser resgatada de forma rápida; por isso, é importante que o dinheiro seja mantido em um produto de alta liquidez.  

Além disso, a reserva de emergência não pode estar sujeita a riscos e oscilações do mercado, por isso, invista em um produto com baixo risco. Com isso em mente, os produtos que são melhor indicados para a reserva de emergência são CDBs de liquidez diária, títulos públicos e fundos DI.  

Ainda não está usando o C6 Bank? Baixe o app, abra suaconta digital gratuita, peça seu cartão sem anuidade com a cor que quiser e aproveite um banco completo com tudo em um só app. 

Leia também: Como fazer reserva de oportunidade?